Bia Lessa é a entrevistada do “Persona” deste domingo (17)


© Divulgação/TV Cultura


O programa “Persona” deste domingo (17) homenageia Bia Lessa, uma artista completa, que transita por várias áreas da criação artística e cuja inquietação não cabe em uma só linguagem. A atriz e diretora de teatro é entrevistada remotamente, via telão, pelos apresentadores Atilio Bari e Chris Maksud. A edição inédita, que vai ao ar a partir das 21h, na TV Cultura, ainda conta com depoimentos de Tonico Pereira, Luciana Braga, Caio Blat e Hugo Possolo.

VOCÊ VIU? Ferrugem reflete sobre traição: “Me arrependo até hoje”

Axl Rose presenteia Dave Grohl com guitarra de R$ 24 mil

Thiago Cozzato sobre “Gênesis”: “Nos faz pensar na história”

Kanye West prepara álbum sobre divórcio de Kim Kardashian

Antes de se tornar uma artista consagrada, Bia teve de improvisar para conseguir orçamento para elementos como cenário e figurino em suas primeiras produções. “[…] A gente fazia bazar, vendia móvel. Eu lembro que eu vendia tudo da minha casa. […] Eu punha um jornal escrito ‘bazar’ na janela e vendia tudo. E era bacana porque, mesmo sendo feito dessa forma caseira, não tinha nenhuma precariedade. Quer dizer: o profissionalismo estava ali muito presente”, diz a diretora.

Quando perguntada sobre como surgiu a oportunidade de fazer sua primeira direção, Bia afirma: “Minha vida é toda por acaso. Na realidade, eu não sinto que em algum momento da vida eu ‘decidi’ fazer teatro. […] Como atriz, eu fazia o Sítio do Pica-pau Amarelo, e o Tonico Pereira, um dos atores na época, foi convidado para dirigir uma peça infantil e eu estava do lado. Ele me convidou para dirigir também e sei lá o que aconteceu que eu resolvi dirigir esse espetáculo com ele”.



Close sidebar