Dono da Globo é ignorado por pescador que não conhecia a emissora


© TV Globo


Dono da TV Globo, Roberto Marinho – que morreu em 2003 – foi esnobado por um pescador na década de 80 por não reconhecer o todo-poderoso. Sem televisão em casa, o homem não quis entregar alguns peixes ao empresário sem receber o pagamento no momento.

Veja também

Globo nega que filhos de William Bonner e Fátima Bernardes estejam estagiando na emissora sem passar por precesso seletivo

O jornalista Carlos Tavares relatou que desde os anos 60, o empresário começou a se interessar por pesca submarina e passou a mergulhar com o profissional, que foi bicampeão na atividade em 1958 e 1959. Mas a situação mais curiosa aconteceu em uma viagem a Paraty, no Rio de Janeiro.

“Estávamos no Tamarind junto com o comandante quando ocorreu uma forte tempestade, que deixou as águas sujas, impróprias e perigosas para o mergulho. Mas o Roberto estava com visitas e queria levar alguns peixes para casa. Só que, com o mar sujo, era impossível”, disse ao “Notícias da TV”.

Os dois avistaram um pequeno barco, mas Marinho percebeu que estava sem dinheiro. Ele chegou a tentar negociar para levar os peixes e pagar ao vendedor, em sua casa, depois. O pescador, por sua vez, negou as investidas do empresário.

“Vendo que não conseguia convencer o pescador, ele resolveu dizer quem era: ‘Eu sou Roberto Marinho, dono da Rede Globo’, pensando que, dessa forma, o homem lhe entregaria os peixes. Mas qual foi a surpresa ao ouvir a resposta do pescador? ‘Não conheço essa Rede Globo’, ele falou. Moral da história: Roberto Marinho foi para casa sem nenhum peixe e, sempre espirituoso, achou muito engraçado o pescador nunca ter ouvido falar da emissora”, afirmou.



Close sidebar