Emissora é acusada novamente de demitir apresentadora por gordofobia


© Facebook


Micheli Diniz usou as redes sociais, no último domingo (24), para fazer uma revelação que reforça a história de Michelle Sampaio, que afirmou ter sido demitida da Rede Vanguarda por gordofobia. A jornalista contou que também passou pela mesma situação, há mais de 10 anos, também na afiliada da TV Globo.





VOCÊ VIU? Leonardo não aprovou cachê recebido pela filha, diz jornal

Globo nega ter demitido apresentadora por engordar após gravidez

Mel B revela noite quente com colega do Spice Girls: “Apenas uma vez”

Fernando assume namoro com Maiara e entrega apelido carinhoso

“O caso da jornalista Michelle Sampaio não é um fato isolado. Digo isto porque vivi há 15 anos a mesma situação. Na mesma emissora, com as mesmas pessoas”, relatou.

Em seus tempos na Vanguarda, a ex-âncora dividiu a bancada de telejornais com Evaristo Costa e Rogério Correa.

Tudo começou, no último fim de semana, após Sampaio dar a sua versão dos fatos acerca de seu desligamento. “Como muitos sabem e me acompanham, há dois anos entrei numa briga com a balança depois de ter engordado muito na gravidez”, relembrou.



E continuou: “Por estar acima do peso, fiquei um bom tempo trabalhando nos bastidores, cheguei a emagrecer um pouco, voltar para a reportagem e apresentação do jornal, mas saí do ‘vídeo’ novamente porque nunca de fato voltei ao peso antes da gravidez, que foi o pedido da emissora”.



Apesar de declaração da moça, a TV Globo emitiu um comunicado em que nega que essa tenha sido a razão da não renovação de contrato.

“A TV Globo e a TV Vanguarda informam que não é verdade que a razão para o fim do contrato mencionado seja a que foi publicada na reportagem ‘Apresentadora da Globo é demitida por ficar gorda depois de gravidez’. Tal conduta é incompatível com a política de respeito absoluto a seus profissionais adotada pela TV Globo e pela TV Vanguarda”, declarou ao “Notícias da TV”.