Ex diz que teve depressão após morte de Marcelo Rezende


© RedeTV!


Luciana Lacerda relembrou no “SuperPop”, da RedeTV!, na última segunda-feira (6), tudo que passou após a morte de Marcelo Rezende. A ex-namorada do apresentador contou que chegou a ficar deprimida depois que o amado não resistiu a um câncer.





VOCÊ VIU? Filha diz que Carol Bittencourt foi lançada ao mar com cachorros

Após 5 meses, Seu Jorge reata namoro com neta de Lima Duarte

Silvio discute com Bolsonaro sobre porte de armas: “Vai virar faroeste”

Helton abusa de deboche, mas chora no “MasterChef Brasil

“Fiquei seis meses com uma depressão bem forte. Não tinha vontade de fazer nada, só ficava na cama, ir para São Paulo era um tormento. Ninguém sabe o que eu vivi”, relembrou.



A loira afirmou que, mesmo um ano depois, ainda sente falta do jornalista: “Eu olho as mensagens, mas pouco agora. Antes, muito mais. De vez em quando escuto os áudios. Minhas amigas dizem que ainda falo bastante dele”.

Luciana lamentou o fato de não ter podido dar adeus ao ex. “Eu ia sempre de madrugada. Ele entrou [no hospital] na terça à tarde e perdeu a consciência na quarta à noite. A enfermeira disse que ele estava esperando só eu chegar. Eu não me despedi, não tive essa oportunidade”, disse.

  • © Record

    Marcelo Rezende descobriu um câncer no fígado e pâncreas, em maio deste ano. Desde então, o apresentador ficou afastado da TV para tratar a doença – ele optou por não fazer quimioterapia, a fim de poder seguir um tratamento alternativo. Porém, o jornalista morreu no dia 16 de setembro

  • © Instagram

    Marcelo Rezende descobriu um câncer no fígado e pâncreas, em maio deste ano. Desde então, o apresentador ficou afastado da TV para tratar a doença – ele optou por não fazer quimioterapia, a fim de poder seguir um tratamento alternativo. Porém, o jornalista morreu no dia 16 de setembro

  • © Instagram

    Marcelo Rezende descobriu um câncer no fígado e pâncreas, em maio deste ano. Desde então, o apresentador ficou afastado da TV para tratar a doença – ele optou por não fazer quimioterapia, a fim de poder seguir um tratamento alternativo. Porém, o jornalista morreu no dia 16 de setembro

  • © Instagram

    Marcelo Rezende descobriu um câncer no fígado e pâncreas, em maio deste ano. Desde então, o apresentador ficou afastado da TV para tratar a doença – ele optou por não fazer quimioterapia, a fim de poder seguir um tratamento alternativo. Porém, o jornalista morreu no dia 16 de setembro

  • © Instagram

    Marcelo Rezende descobriu um câncer no fígado e pâncreas, em maio deste ano. Desde então, o apresentador ficou afastado da TV para tratar a doença – ele optou por não fazer quimioterapia, a fim de poder seguir um tratamento alternativo. Porém, o jornalista morreu no dia 16 de setembro

  • © Instagram

    Marcelo Rezende descobriu um câncer no fígado e pâncreas, em maio deste ano. Desde então, o apresentador ficou afastado da TV para tratar a doença – ele optou por não fazer quimioterapia, a fim de poder seguir um tratamento alternativo. Porém, o jornalista morreu no dia 16 de setembro

  • © Instagram

    Marcelo Rezende descobriu um câncer no fígado e pâncreas, em maio deste ano. Desde então, o apresentador ficou afastado da TV para tratar a doença – ele optou por não fazer quimioterapia, a fim de poder seguir um tratamento alternativo. Porém, o jornalista morreu no dia 16 de setembro

  • © Instagram

    Marcelo Rezende descobriu um câncer no fígado e pâncreas, em maio deste ano. Desde então, o apresentador ficou afastado da TV para tratar a doença – ele optou por não fazer quimioterapia, a fim de poder seguir um tratamento alternativo. Porém, o jornalista morreu no dia 16 de setembro

  • © Instagram

    Marcelo Rezende descobriu um câncer no fígado e pâncreas, em maio deste ano. Desde então, o apresentador ficou afastado da TV para tratar a doença – ele optou por não fazer quimioterapia, a fim de poder seguir um tratamento alternativo. Porém, o jornalista morreu no dia 16 de setembro

  • © Instagram

    Marcelo Rezende descobriu um câncer no fígado e pâncreas, em maio deste ano. Desde então, o apresentador ficou afastado da TV para tratar a doença – ele optou por não fazer quimioterapia, a fim de poder seguir um tratamento alternativo. Porém, o jornalista morreu no dia 16 de setembro