Ex-“Pânico” recusa voltar à TV e desabafa sobre saúde mental


© Instagram


Amanda Ramalho não pretende voltar à TV, após o fim do “Pânico”. Diagnosticada com fobia social, a famosa passou a se dedicar ao podcast, onde fala a respeito de saúde mental.

VOCÊ VIU?  Gabi Costa, atriz de “Órfãos da Terra”, morre aos 33 anos

Flora Diegues morre aos 34 anos

Túlio exibe fotos de Fátima Bernardes de biquíni: “Toda paixão recomeça”

Paulo Vilhena passa por novo procedimento de implante capilar

“A televisão aberta tem uma exposição que não me faz bem. Eu sou muito na minha, não saio muito, tenho poucos amigos”, ressaltou ao “Uol”.

Depois de pedir demissão do programa que migrou para a rádio do humorístico, no ano passado, a comediante, que na ocasião brigou ao vivo com Biel, quer ficar apenas com seu projeto solo.

Dona do “Esquizofrenoias”, Amanda já recebeu Klara Castanho e Izabella Camargo para falarem sobre o tema e, apesar de discreta, pode transformar o trabalho em vídeo: “Em proporções menores”.

Apesar das polêmicas, a comunicadora ressaltou não sentir mágoas dos antigos colegas do “Pânico”. “Eles me conheceram na época do meu diagnóstico. Éramos uma família”, ressaltou.



Close sidebar