“Foi desencontro”, diz Renato Góes sobre briga com diretor


  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Digulgação
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram


Renato Góes falou pela primeira vez sobre o desentendimento resultou em sua saída de “Deus Salve o Rei”, próxima trama das 19h da TV Globo. O ator minimizou o problema, e disse que não chegou a ter uma discussão com o diretor Fabrício Mamberti.

VOCÊ VIU? Day McCarthy foi presa por prostituição, segundo polícia

Nasce o nono neto de Silvio Santos em São Paulo

Anitta sobre casamento com Thiago Magalhães: “Estou feliz”

Após mais de 30 anos, Malu Mader pode perder vaga na Globo

“Só tive briga no trabalho duas vezes na minha vida. Dificilmente vou estourar. Foi um desencontro em cena. Ele sentiu que eu estava cansado. Em uma conversa, decidimos que era melhor me afastar, me preservar”, disse o artista ao “Notícias da TV”.

O famoso seria o protagonista Afonso, papel herdado por Rômulo Estrela. “Teve muito da intervenção da casa, o que seria melhor para eles. E eu já tinha outra novela prevista para emendar, e não conseguiria fazer na sequência”, revelou.

“Deram essa segurada porque era importante eu estar nessa outra. Já é a terceira vez que isso acontece comigo, que eu estou em um produto, começo a gravar e sou transferido para outro. Todas as vezes acabou sendo muito bom para mim.”

Quase dois meses depois da confusão, Renato acertou sua volta ao trabalho para maio do ano que vem na novela de Thelma Guedes e Duca Rachid, prevista para inicialmente para a faixa das 18h. O título provisório é “Sal da Terra”, com direção artística de Amora Mautner.

“Estão decidindo se vai ser uma novela das seis ou uma supersérie. Ainda estão estudando essa definição”, contou.



Close sidebar