Gal Costa fala sobre seus 75 anos no “Metrópolis”


© Divulgação


Nesta sexta-feira (12), o “Metrópolis” entrevista Gal Costa, em celebração aos 75 anos de vida da cantora e, também, ao lançamento do álbum comemorativo “Nenhuma Dor”. O novo disco, feito em parceria com artistas de diferentes gerações, como Criolo, Jorge Drexler e Tim Bernardes, traz releituras de músicas que marcaram os seus 55 anos de carreira. Apresentado por Adriana Couto e Cunha Jr., vai ao ar às 19h25, na TV Cultura.





VOCÊ VIU? Dr. Roberto Kalil é o novo contratado da CNN

“Se perdeu completamente”, diz Preta Gil sobre Karol Conká

Babu Santana anuncia fim do namoro com Tatiane Melo

Luísa Sonza e Thiaguinho lançam clipe de “Cansar Você”

Entre os duetos de Nenhuma Dor, lançados digitalmente desde novembro de 2020, estão canções de sucesso como ‘Juventude Transviada’, ‘Meu Bem, Meu Mal’ e ‘Coração Vagabundo’. No bate-papo, Gal ainda comenta sobre o “Não-Carnaval” de 2021 e o lançamento do single Quando o Carnaval Chegar, em parceria com Daniela Mercury.

O programa inédito também aborda com mais profundidade o cancelamento do Carnaval. Em épocas turbulentas, como o povo brasileiro ficará sem a festa que movimenta comunidades, escolas de samba e comerciantes ambulantes? Em uma reportagem reflexiva, o “Metrópolis” ainda traz a história de um dos blocos mais tradicionais do país: O Homem da Meia-Noite, de Olinda, com seus 89 anos de existência, e fala sobre a reinvenção do Monobloco no último ano.