Geraldo Luís não comenta suspensão em retorno ao “Domingo Show”


  • © Record
  • © Record
  • © Record
  • © Instagram
  • © Record
  • © Record
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Record
  • © Record
  • © Instagram
  • © Record
  • © Instagram
  • © Record
  • © Record


Pelo visto, Geraldo Luís aprendeu a lição. Após duas semanas de suspensão, o apresentador retornou ao “Domingo Show”, neste domingo (22), e não fez nenhuma menção ao tempo em que ficou fora do ar.





O veterano saiu do roteiro apenas para comentar a tentativa de homicídio sofrida por Ana Hickmann, no último sábado (21), em Minas Gerais. Amigo da ex-modelo, o jornalista declarou seu apoio à colega de emissora.

VOCÊ VIU? Record perdoa Geraldo Luís após proposta do SBT

Um fato curioso chamou atenção durante a atração: apesar de ter reassumido o posto de apresentador do dominical, Luís não fez nenhuma das ações de merchandising do programa.

Substituto de Geraldo durante seu castigo, Luiz Bacci apareceu no vídeo anunciando produtos dos patrocinadores do projeto. Os vídeos foram gravados na última semana.

O artista foi suspenso pela direção da Record após criticar a emissora no ar, ao vivo, no programa do dia 17 de abril. Na ocasião, ele disse ter ficado chateado com cortes realizados em uma reportagem de sua autoria e chegou a chamar os colegas do canal de “covardes”.

O comentário irritou o dono da emissora, Edir Macedo, que acompanhava o programa esperando pela transmissão do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Inicialmente prevista para uma semana, a suspensão se tornou definitiva. A alta cúpula da Barra Funda teria cogitado até rescindir o contrato do jornalista ou liberá-lo para evitar o pagamento de multa.

Tudo mudou quando a direção do canal paulista descobriu que Geraldo estava negociando sua ida para o SBT. Segundo o “Notícias da TV”, os bispos resolveram perdoar o funcionário por medo da uma possível repercussão do novo trabalho do apresentador na concorrência.