Globo adverte jornalistas após declaração de Chico Pinheiro


© TV Globo


Após Chico Pinheiro defender Lula na web, a Globo advertiu os jornalistas da casa a não emitirem opiniões políticas. O diretor do departamento, Ali Kamel, enviou, na última segunda-feira (9), um e-mail em que alerta sobre o uso das redes sociais.





VOCÊ VIU? “BBB”: Kaysar desabafa sobre namorada que perdeu na guerra

Caio Blat deixa elenco de “Deus Salve o Rei”

Relembre os casamentos-relâmpago das celebridades

Zezé di Camargo é ‘zoado’ após noiva postar foto do bumbum

“Não se pode expressar essas preferências [políticas e partidárias] publicamente nas redes sociais, mesmo aquelas voltadas para grupos de supostos amigos. Uma vez que se tornem públicas pela ação de um desses amigos, é impossível que os espectadores acreditem que tais preferências não contaminam o próprio trabalho jornalístico, que deve ser correto e isento”, disse o alerta segundo “Notícias da TV”.

Para quem não sabe, a nota foi enviada após vazar na internet um conjunto de áudios em que o apresentador do “Bom Dia Brasil” defende o ex-presidente, preso no último sábado (7) por corrupção passiva.

“Realizaram o fetiche. O fetiche deles era Lula na cadeia. Não foi feito do jeito que eles queriam, mas o Lula foi. E agora? O que vão fazer agora? Como é que fica? Qual é o próximo passo? Que o Lula tenha calma e sabedoria, inspiração divina para ficar quieto onde ele está”, disse o âncora em uma das mensagens de voz.