Homem chamado Bom Sucesso perde processo contra a Globo




Morador de Piracaia, no interior de São Paulo, José Bom Sucesso resolveu procurar a Justiça para o que classificou de uso indevido de seu sobrenome na novela “Bom Sucesso” – exibida na faixa das 19h da TV Globo. Contudo, se deu mal e perdeu a causa em primeira instância.





VOCÊ VIU? Atriz de “Capitão América” é acusada de matar a mãe a facadas

Marido de Ana Hickmann é internado

Belizário assassinará dois personagens em “Amor de Mãe”

Ex de Ana Carolina, Letícia Lima engata affair com Daniel Rocha

De acordo com o “Uol”, o autor da ação pedia R$ 19.960 de indenização, sob alegação de dano moral em virtude da exibição do folhetim.

O responsável pelo processo ainda anexou como ‘prova’ folhas escritas à mão que, supostamente, atestavam que sua família havia patenteado a marca “Bom Sucesso”.

“[A Globo] vem utilizando seu sobrenome indevidamente em título de novela, uma vez que não possui autorização para isso”, dizia um dos trechos do documento judicial.



E continuava: “[O réu] vem sofrendo constrangimento pela utilização e exposição do sobrenome de sua família em rede nacional”.



Antes da ação, inclusive, José fez um boletim de ocorrência contra o canal carioca, em julho de 2019.

Responsável por julgar o caso, o juiz Cléverson de Araújo, da comarca de Piracaia, no interior de São Paulo, negou o pedido do autor e ainda classificou a tentativa de indenização como “vergonhosa”.

“O autor tem o mesmo sobrenome que um bairro do Rio de Janeiro que inspirou a novela produzida pelo réu [a TV Globo]. A produção artística não tem nenhum vínculo com o autor, não explora sua imagem, tampouco lhe causa qualquer espécie de dano. Não há nem sombra de motivo que justifique indenização. Vergonhosa, para dizer o mínimo, a pretensão reparatória deduzida. Diante do exposto, julgo improcedente o pedido”, sentenciou.

Contudo, por se tratar de uma decisão de primeira instância, Bom Sucesso pode recorrer.