• © Divulgação/TV Globo
  • © Divulgação/TV Globo
  • © TV Globo
  • © Facebook
  • © Divulgação

“Jornal Nacional” ignora morte de Russo e é criticado na web

O “Jornal Nacional”, da TV Globo, foi duramente criticado nas redes sociais, no último sábado (28). O motivo? A edição do telejornal não noticiou a morte de Antônio Pedro de Souza e Silva, mais conhecido como Russo, ocorrida na manhã de ontem, no Rio de Janeiro.

VOCÊ VIU? Russo, ex-assistente de palco da Globo, morre aos 85 anos

O noticiário dedicou o espaço de um minuto para falar sobre a morte do ator britânico John Hurt, entretanto, não mencionou o falecimento do ex-funcionário que trabalhou durante 46 anos na emissora.

Não demorou muito para que os internautas comentassem a respeito da atitude da Globo no Twitter.

“A Globo fala da morte do John Hurt, mas não fala do Russo”, criticou um usuário do microblog. “Russo merecia uma homenagem na Globo”, sugeriu outro seguidor. “Estou decepcionada! Cadê a homenagem ao Russo, ex-assistente de palco, que faleceu hoje?”, questionou outro internauta.

Russo morreu aos 85 anos de idade, por complicações decorrentes de uma infecção no pulmão.

O profissional trabalhou se tornou o assistente de palco mais famoso da Globo e começou sua carreira no “Cassino do Chacrinha”, em 1965. Russo também trabalhou pelo “TV Xuxa”, “Domingão do Faustão”, “Caldeirão do Huck”, “Estrelas”, entre outros.

Sua figura era conhecida por animar a plateia com suas fantasias exóticas.

Em 2014, após 46 anos na emissora carioca, o profissional foi afastado e chegou a dar entrevistas dizendo que estava triste por não ter mais sua entrada nos Estúdios Globo liberada. Russo afirmava que sentia falta de trabalhar.

Em 2015, o famoso passou sofrer dois AVCs entre junho e novembro. Na época, seu estado de saúde era considerado grave.





Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE