“Lamentei muito”, diz Tássia Camargo sobre fim do “Vídeo Show”


© Facebook


Tássia Camargo comentou pela primeira vez sobre o fim do “Vídeo Show”, da TV Globo, que teve sua última exibição na sexta-feira (11). A primeira apresentadora do programa – estreado em 1983 -, contudo, reconheceu que tudo tem a sua hora de acabar.

VOCÊ VIU? Dennis Carvalho se emociona ao relembrar morte do filho com Torloni

Saiba por que participante foi expulso do “BBB” antes da estreia

David Brazil expõe namoro de Anitta com rapaz carioca

Faustão dá beijo na boca de Susana Vieira ao vivo no “Domingão”

“Lamentei muito o fim do ‘Vídeo Show’. Mas assim como a vida, são ciclos. Vamos torcer para que a próxima atração ofereça um bom entretenimento para as pessoas”, declarou ao “Uol”.





A famosa ainda deu detalhes de como foi a criação do vespertino, no fim de 1982. “A ideia surgiu de um programa internacional comandado pela Olivia Newton-John. O saudoso Ronaldo Cury perguntou se eu tinha interesse em fazer um programa parecido. Começamos a trocar ideias e pautas até formatar o ‘Vídeo Show’ daquela época com memórias, falha nossa, entrevistas nas residências das celebridades etc.”

A artista, que participava ainda de novelas e minisséries ao mesmo tempo, revelou que não foi possível conciliar todo o trabalho. Por isso, acabou deixando o projeto.

“Nós não tínhamos ainda a lei das 8h de trabalho e, eu trabalhava muito mais. Como não existiam os Estúdios Globo, eu ia do Jardim Botânico para a Cinédia, na Taquara, em Jacarepaguá, e ainda tinha as externas. Era tanto trabalho que não aguentei gravar na época [1986] a segunda versão da novela ‘Selva de Pedra’ e o ‘Vídeo Show'”, explicou.



Atualmente moradora de Portugal, Tássia – de 57 anos – também entregou como foi a sua saída da TV Globo. “Pedi demissão da Globo em 2006 e sai numa boa porque foram 25 anos de casa. Tive uma experiência na TV Record, mas nem tudo é dinheiro. A felicidade e o bem-estar contam muito e eu quis ter um tempo sabático.”



  • © V Globo

    Tássia Camargo foi a primeira apresentadora do “Vídeo Show”, em 1983

  • © TV Globo

    Marcelo Tas foi apresentador do “Vídeo Show” em 1987. Antes disso, o programa promoveu um rodízio de apresentadores, com famosos como Patrícia Pillar, Malu Mader e Paulo Betti

  • © TV Globo

    Miguel Falabella entrou no comando do “Vídeo Show” em 1987, e permaneceu no cargo por 14 anos – até que deu adeus em 2002

  • © TV Globo

    Cissa Guimarães participou do “Vídeo Show” entre 1986 e 2001. Além de apresentadora, a veterana também foi repórter do programa

  • © Divulgação/TV Globo

    Márcio Garcia esteve à frente do “Vídeo Show” entre 1997 e 1999.

  • © Divulgação/TV Globo

    André Marques foi apresentador do “Vídeo Show” entre 2001 e 2012

  • © TV Globo

    Luigi Baricelli comandou o “Vídeo Show” entre 2009 e 2010, na companhia de André Marques

  • © Divulgação/TV Globo

    Fiorella Mattheis também foi apresentadora do “Vídeo Show” entre 2009 e 2010

  • © Divulgação/TV Globo

    Geovanna Tominaga começou como repórter do “Vídeo Show”, em 2009. No mesmo ano, a famosa se tornou apresentadora do programa e só saiu em 2012

  • © Divulgação/TV Globo

    Ana Furtado assumiu o comando do “Vídeo Show” em 2009 e ficou por lá até 2013. Contudo, a apresentadora já havia passado pelo programa anteriormente como repórter

  • © Divulgação/TV Globo

    Bruno De Luca foi outro que começou como repórter, mas passou a comandar o “Vídeo Show” em seguida. O famoso foi apresentador do programa entre 2010 e 2013, ao lado de André Marques e Ana Furtado

  • © Divulgação/TV Globo

    Dani Monteiro comandou o “Vídeo Show” entre 2010 e 2013

  • © Divulgação/TV Globo

    Em 2013, Zeca Camargo estreou em um “Vídeo Show” reformulado. No entanto, após uma recepção não muito boa por parte do público, o apresentador saiu do comando da atração em 2015

  • © TV Globo

    Otaviano Costa estreou no comando do “Vídeo Show” em 2013. O apresentador só deixou o cargo em 2018

  • © TV Globo

    Monica Iozzi foi companhia de Otaviano Costa no “Vídeo Show” entre 2015 e 2016

  • © Divulgação/TV Globo

    Com a saída de Monica Iozzi, Maíra Charken substituiu a apresentadora no “Vídeo Show” em 2016

  • © TV Globo

    Giovanna Ewbank teve uma breve passagem pelo “Vídeo Show”, entre 2015 e 2016

  • © TV Globo

    Rafael Cortez assumiu o “Vídeo Show” entre 2016 e 2017

  • © Divulgação/TV Globo

    Em sistema de rodízio, Susana Vieira comandou o “Vídeo Show” em 2016

  • © Divulgação/TV Globo

    Alinne Prado foi outra apresentadora do “Vídeo Show” em 2016

  • © Divulgação/TV Globo

    Fernanda Keulla passou a apresentar o “Vídeo Show” em 2018. Após um breve período, porém, deixou a bancada e se tornou repórter da atração

  • © Divulgação/TV Globo

    Em 2018, o “Vídeo Show” também passou a ter Vivian Amorim no comando. A bela foi ‘transformada’ em repórter do vespertino após um período

  • © Divulgação/TV Globo

    Sophia Abrahão assumiu o comando do “Vídeo Show” em 2017 e continua até hoje

  • © TV Globo

    Joaquim Lopes apresentou o “Vídeo Show” entre 2015 e 2018. Após um período fora do vespertino para fazer novela, porém, o artista retornou à bancada ao lado de Sophia Abrahão