Maria Beltrão cai no choro ao vivo após noticiar caso Henry


© GloboNews


Maria Beltrão não conseguiu segurar as lágrimas e caiu no choro no início do “Estúdio i”, da GloboNews, nesta quinta-feira (8). A apresentadora se emocionou ao comentar o caso Henry – o garotinho de 4 anos que morreu enquanto estava sob os cuidados da mãe, Monique, e do padrasto, o vereador Jairinho.





LEIA TAMBÉM: Jojo Todynho vai à polícia após tentativa de extorsão do ex

Irmã posta mensagem de fé e se declara a Paulo Gustavo: “Te amo”

Oi? Após ‘presente’ da produção, Viih Tube revela sensação de orgasmo

Deborah Secco sobre o marido: “A gente transava dez vezes ao dia”

“A gente está falando de uma realidade inominável, de algo difícil de qualificar e definir, me desculpe se estou emocionada”, disse, com a voz embargada.

E continuou: “Vivemos numa época difícil. O que essa entrevista coletiva mostrou é muito sério”.

Chorando muito, a jornalista precisou da ajuda dos colegas de bancada, Octávio Guedes e André Trigueiro, para dar prosseguimento ao noticiário.



A entrevista à qual a apresentadora se referiu foi a coletiva dada pela delegacia carioca que cuida do caso do garoto. Os responsáveis pelo inquérito prenderam, mais cedo, a mãe e o padrasto de Henry, apontados, após as investigações, como os principais suspeitos do assassinato.

O crime



Henry, de apenas quatro anos de idade, foi levado a um hospital na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, em 8 de março, sem vida. No centro médico, Jairinho e Monique alegaram que o pequeno havia sofrido um acidente doméstico e afirmaram que ambos o encontraram “desacordado, com os olhos revirados e sem respirar”.

No entanto, a necropsia mostrou que a criança sofreu agressões. 

Além disso, a polícia encontrou no telefone da mãe relatos em que a babá de Henry revelava que o padrasto havia agredido o menino, um mês antes de seu assassinato.