Marisa Orth lamenta nunca ter sido mocinha de novela: “Minha mãe morreu sem ver”


  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo


Perto de completar 30 anos de carreira, Marisa Orth teve sua trajetória marcada por seriados de humor. No ar em “Haja Coração”, sua quarta novela, a atriz encara seu primeiro papel dramático na TV e lamenta não ter atendido um dos grandes desejos de sua mãe: viver a mocinha de um folhetim global.





“Fui criada vendo novela, minha mãe sempre quis que eu fosse a mocinha. Morreu sem ver, já idosa”, contou ao Famosidades.

VOCÊ VIU? Mariana Ximenes leva soco durante gravação de “Haja Coração”

Participe da campanha #CaleoAssédio

A veterana reconhece que descobriu assim que decidiu ser atriz que jamais seria escalada para ser a heroína de um projeto e, por isso, não se sente frustrada. “Nunca fui a Julieta. Fiz Escola de Artes Dramáticas [EAD, da Universidade de São Paulo]. Meu primeiro papel, com 18 anos, foi Mefistófeles [de Fausto, texto trágico do escritor Johann Wolfgang von Goethe]. Eu estreei como o diabo. Aí, eu já vi que o negócio era baixar as expectativas”, lembrou.

A morena, que se tornou símbolo sexual nos ano 90 como a inesquecível Magda de “Sai de Baixo”, só era escalada para papel de mulheres mais velhas quando ainda tinha 19 anos: “Só pegava senhorinhas, as donas de bordel”.



Mãe de um adolescente de 13 anos, Marisa brinca com o fato de ter quatro filhos adultos na novela das 19h da Globo. “Em TV, a gente tem filho muito cedo. Me deixaram mais velha, e meus filhos são mais novos na trama do que são na realidade. Mas eu estou bem, né? Sou uma matrona sexy, sempre com decotão”, afirmou.



Para manter a forma, a artista bate ponto na academia e tem controlado a alimentação desde que parou de fumar. A paulista até tentou recorrer a procedimentos estéticos para controlar as medidas, mas não viu resultados. “Não funciona. Uma época tentei um para perder barriga, fiz dez sessões, não rolou. Abdominal é muito melhor e mais barato! Eu acredito em ginástica mesmo”, assegurou.