Paulo Cintura reprova nova versão da “Escolinha”: “Acho um desrespeito”


© TV Record


A nova versão da “Escolinha do Professor Raimundo”, da Globo, não conta com o personagem Paulo Cintura, conselheiro fitness da antiga turma que tinha como bordão: “Saúde é o que interessa, o resto não tem pressa”. Isso porque seu intérprete não autorizou.

Veja também:

Viúva revela que Chico Anysio entrou em depressão após sair da TV: “Ele implorou para voltar com a ‘Escolinha'”

“Eu não permito, claro que não. O personagem é meu, ninguém pode usar, do contrário eles são passíveis de um processo”, afirmou o artista ao jornal “O Dia”.

O ator não teve papas na língua e reprovou o elenco atual da atração comandada por Bruno Mazzeo. Para ele, muitos dos personagens antigos da primeira versão estão desempregados e não chamá-los para o trabalho foi falta de respeito.

“Tem 20 personagens da ‘Escolinha’ original que estão vivos. Que você pegue os que morreram e coloque cópias, eu entendo. Agora, arrumar outros… Acho um desrespeito, uma indelicadeza, uma covardia e uma maldade”, protestou.

E acrescentou: “Tem atores que foram fortíssimos, que hoje estão desempregados quase que passando fome, uma situação horrorosa”.



Close sidebar