Relembre programas que foram um verdadeiro fracasso na TV


  • © Divulgação/Band

    Diversos programas na TV não tiveram o tempo e a audiência esperada pelas emissoras. O vespertino “Muito Mais”, comandado por Adriane Galisteu, na Band, é um deles.

    VOCÊ VIU? Flávia Pavanelli descobre doença e se afasta da web

    Veja famosos que deixaram o Brasil para viver em outro país

    Adriane Galisteu revela três sonhos de Ayrton Senna

    Mariana Ximenes: “Tancinha me trouxe leveza, me transformou”

    O programa buscava competir com atrações muito semelhantes a de outras emissoras, mas não deu retorno e foi extinto depois de nove meses.

    Confira, a seguir, outros programas que fracassaram na TV!

  • © TV Globo

    Em 2015, o “Tomara Que Caia”, da TV Globo, não deu bons resultados e foi cancelado. O programa ficou no ar entre julho e novembro

  • © SBT

    Em dezembro de 1995, a primeira versão do “SBT Notícias” não ficou no ar nem por um mês. O noticiário teve um grande fracasso e foi retirado da grade do SBT

  • © SBT

    O “Telefone e Ganhe”, do SBT, foi ao ar um único dia. O programa de Helen Ganzarolli, que estreou em dezembro de 2010, teve baixos índices de audiência e por isso foi cancelado logo após a estreia

  • © RedeTV!

    O “Sem Rodeios”, da RedeTV!, também não teve um bom destino. Após dois meses, o programa saiu do ar

  • © SBT

    Em 2012, a emissora de Silvio Santos estreou um noticiário paulista, o “SBT São Paulo”, mas o programa durou apenas dois meses no ar e foi cancelado por causa da baixa audiência

  • © Band

    “Brasil da Gente”, da Band, foi cancelado logo após sua estreia. O programa teve 0,6 pontos no Ibope – cada ponto equivale a 71,8 mil domicílios na Grande São Paulo –, o que assustou o canal

  • © Record

    “Olha a Hora!”, da RedeTV!, foi outro que teve vida curta. O noticiário de Luciano Faccioli não durou nem três meses na grade por causa da baixa audiência

  • © SBT

    “Famoso Quem?”, do SBT, foi outro que durou cerca de dois meses. A baixa audiência causou o fim do programa, que estreou em setembro de 2013

  • © Divulgação/TV Globo

    O “Divertics”, da TV Globo, foi outro projeto que não trouxe bons números para a emissora. A atração ficou no ar durante três meses, entre dezembro de 2013 e março de 2014

  • © Divulgação

    Em 2001, Otaviano Costa se arriscou como apresentador do “Domínio Público”, da Record, e não teve muito sucesso. O programa foi cancelado com pouco mais de dois meses no ar