Rita Cadillac rebate Perla Paraguaia e defende Chacrinha


© Instagram


Em entrevista à Daniela Albuquerque, Rita Cadillac relembra grandes momentos vividos como dançarina no eterno “Cassino do Chacrinha” e rebate as acusações de assédio que a ex-colega de palco, a cantora Perla Paraguaia, fez contra o apresentador.





VOCÊ VIU? Ator Léo Rosa, de 37 anos, morre após luta contra o câncer

Silvio Santos toma segunda dose da vacina contra a Covid-19

Macaulay Culkin é confirmado na série “American Horror Story”

Jorge Kajuru diz ser o pai de filha de Túlio Maravilha

“Trabalhei 10 anos com ele e nunca na minha vida eu vi, sequer, passar a mão em qualquer menina que fosse”, pontua a convidada do Sensacional, ressaltando o fato de não ter passado por nenhuma situação desrespeitosa. “Ele sempre foi muito respeitador, um pai. Trabalho em televisão desde 1974 e nunca sofri assédio, nem dele e nem de nenhum apresentador.”

Aos 65 anos, Rita lamenta as dificuldades financeiras que têm enfrentado durante a pandemia e comenta ter recebido o auxílio emergencial oferecido pelo governo federal.

“As pessoas acham que todo artista é rico, milionário. Até artista está passando necessidade. Eu não estou rica. Pago aluguel, banco minhas contas sozinha, então quando me vi nesse direito eu pedi mesmo! Não estou me fazendo de vítima”, esclarece a ex-chacrete, que se mantém de shows, presenças VIP e campanhas publicitárias.



A entrevista completa irá ao ar no “Sensacional” de hoje, às 22h30, na RedeTV!.