“Saia Justa” estreia temporada de verão nesta quarta (6)


© Bob Paulino


Para refrescar este verão, o GNT estreia a temporada especial do “Saia Justa”, que marca o reencontro de Astrid Fontenelle e suas companheiras Mônica Martelli, Pitty e Gaby Amarantos em um espaço luminoso e ao ar livre, como pede a estação mais quente do ano. Com estreia nesta quarta-feira (6), às 22h15, o programa foi gravado na Fundação Maria Luisa e Oscar Americano, em São Paulo, em um cenário que celebra o encontro da natureza com a tecnologia: com muito verde e elementos futuristas.





VOCÊ VIU? Luccas Neto lança “Luccas Neto em Acampamento de Férias 3”

Léo Santana e Vitão anunciam nova parceria em “Samu”

“Maravilhosa a fase da maturidade”, diz Solange Frazão

“Estressante e exaustivo”, diz Rowan Atkinson sobre Mr. Bean

Além de pautas relevantes e debates calorosos, o público vai acompanhar as “Saias” em quadros novos, com temas leves, divertidos e muita informação. Em “Segredos da Mata”, Gaby vai compartilhar saberes regionais relacionados à beleza, bem-estar e simpatias, como os chás e suas funções, os afrodisíacos naturais e os cosméticos que podem ser encontrados na natureza, entre outras dicas. Enquanto a vacina contra covid não sai, Mônica Martelli faz viagens virtuais no quadro “Mônica Viajando”. Com a ajuda de chroma key, a apresentadora faz um tour por diferentes cenários turísticos, vivenciando situações engraçadas e, muitas vezes, confusas.

Enriquecendo a temporada, a atriz e roteirista Maria Bopp, através de sua personagem “Blogueirinha do Fim do mundo”, traz esquetes de fim de bloco sobre o “clima” desse verão atípico, com seu humor ácido e irreverente. Enquanto isso, a poetisa Vitória Rodrigues comanda o “De Repente, Verão”, em que faz repentes sobre temas relacionados à pauta do programa.

E, para dar o tom da estação, Gaby e Pitty serão as anfitriãs de números musicais especiais, ao lado de uma banda 100% virtual. No repertório, além das canções próprias, músicas do rock brasileiro, samba, pagode e maracatu.



Comandante do programa, Astrid contou como foi reencontrar as companheiras para a nova temporada. “Foi muito, muito, muito divertido, bonito e feliz. Um dia antes eu não me cabia de ansiedade, mal dormi. Cheguei adiantada porque queria muito ver. E essa sensação de estar com pessoas que você convive tão intensamente, há tantos anos, deixar de vê-las e reencontrá-las, mesmo sem poder dar o abraço que a gente queria, foi emocionante. E a gente está muito feliz. Então é um programa de verão leve e feliz por termos completado essa jornada de 2020 com tanta garra, sem deixar os nossos companheiros e companheiras telespectadores sozinhos. A sensação de fazer o “Saia Justa” no ano que passou foi essa, de não vamos soltar a mão de ninguém, vamos tocar o programa do jeito que a gente puder”, afirmou.