Taís Araujo vê mudanças na TV: “Novas formas de narrativas”


© Divulgação/TV Globo


Taís Araujo está cheia de orgulho com a conclusão da primeira temporada da série “Aruanas”, que teve o último episódio exibido na noite desta terça-feira (30), na TV Globo. A atriz falou sobre os dias em isolamento social, motivado pela pandemia do coronavírus, a falta da rotina de gravações e a retomada da emissora carioca.





VOCÊ VIU? Ludmilla e esposa testam positivo para anticorpos de Covid

Mayra Cardi explica por que não quer pensão de Arthur Aguiar

Romulo Estrela mostra boneca do filho: “Registro afetivo”

Gretchen fala sobre a data de seu 18º casamento

Taís fez a sua primeira novela aos 16 anos, quando atuou em “Tocaia Grande”, em 1995, na TV Manchete. Acostumada à rotina de gravação, ela se diz entusiasmada para volta de “Amor de Mãe”. “Para uma pessoa que trabalha desde pequena igual a mim, não é bom esse momento (risos). Eu gosto de trabalhar, eu me reconheço trabalhando. Quero voltar, claro, mas com condições de segurança. Não adianta ficar ansioso enquanto os números não caem. Voltar a trabalhar a gente quer. Quando? Não sabemos. Como? A Globo está estudando”, disse em um bate-papo com “Quem”.

Sobre a expectativa para a retomada, Taís acredita que a pandemia trará muitas mudanças para a TV. “A gente tem protocolos e mais protocolos para seguir, baseados em muitos estudos, em estudos de quem já voltou a trabalhar antes do Brasil. Acho que muitas mudanças vão acontecer na teledramaturgia – não apenas na forma, como no conteúdo. Acredito que conteúdo abordado será novo e muito rico, assim como maneiras de se fazer. A gente terá um novo esquema de se fazer – e eu não sei te dizer qual é, nessa quarentena ninguém sabe nada (risos) –, mas vai impactar. Não tem como. Já impactou. Teve o primeiro grande impacto que foi o da parada geral e, agora, será o da retomada em que vamos adotar novas formas de trabalhar e de construir narrativas”, afirmou.

Fruto do casamento com Lázaro Ramos, Taís é mãe de João Vicente, de 9 anos, e Maria Antonia, de 5. A atriz revelou que os filhos têm personalidades diferentes e encaram a quarentena de maneiras bem distintas. “Maria acha que está de férias, adora ficar em casa. Já o João adora ir para escola, estudar e está sentindo muita falta. A gente está tentando segurar a onda dele aqui”, ressaltou a atriz.