Veja personagens empreendedoras das novelas e inspire-se!


  • © TV Globo

    Maria da Paz (Juliana Paes) é exemplo de superação em “A Dona do Pedaço”, novela das 21h da Globo, né?

    A moça passou por aperto em São Paulo, assim que se mudou, e precisou ir à luta para virar o jogo.

    Seus bolos, antes vendidos pelas ruas da cidade, fizeram sucesso e a morena acabou dona de uma rede de confeitaria.

    Assim como a personagem escrita por Walcyr Carrasco, veja outras mulheres empreendedoras dos folhetins!

  • © TV Globo

    Maria da Paz (Juliana Paes) precisou fugir de casa, após ser jurada de morte pelo casamento com Amadeu (Marcos Palmeira), e acabou sozinha em São Paulo. Grávida, a personagem de “A Dona do Pedaço” se vê sem emprego e decide usar seu talento para começar um novo negócio no ramo alimentício

  • © Divulgação/TV Globo

    Após muito vender seus bolos pelas ruas de São Paulo, a moça consegue criar um verdadeiro império. Sua rede de confeitaria é um sucesso e lojas chegaram a ser, inclusive, franqueadas

  • © Blad Meneghel/Record TV

    Viúva, Mariinha (Silvia Pfeifer) utilizou seus dotes culinários para ganhar dinheiro e criar os filhos

  • © TV Globo

    A veterana tem um restaurante, o Cantinho da Laje, em “Topíssima”, da Record

  • © Divulgação/TV Globo

    Luzia (Giovanna Antonelli) era catadora de mariscos em “Segundo Sol” (2018) para criar os filhos, Ícaro (Chay Suede) e Manuela (Luisa Arraes)

  • © Divulgação/TV Globo

    Depois de uma reviravolta na trama, a personagem deixou o negócio para fugir. Na Islândia, ganhou a vida como DJ por 18 anos

  • © Divulgação/TV Globo

    O trio de “Cheias de Charme” (2012) também foi exemplo de negócio de sucesso. E que sucesso!

  • © Divulgação/TV Globo

    Maria da Penha (Taís Araújo), Maria do Rosário (Leandra Leal) e Maria Aparecida (Isabelle Drummond) deixaram no passado a falta de dinheiro para se tornarem fenômeno no mundo da música

  • © TV Globo

    Quem acompanha “Malhação” há bastante tempo não tem dificuldades em lembrar de Dona Vilma (Bia Montez), né?

  • © TV Globo

    A veterana trabalhou como inspetora do colégio Múltipla Escolha e passou seis anos como dona da lanchonete GigaByte, onde muitas das cenas do folhetim se passavam

  • Veja fotos de Marina Ruy Barbosa em © TV Globo

    Eliza (Marina Ruy Barbosa) teve um difícil embate com o padrasto, Dino (Paulo Rocha), e precisou fugir de casa, aos 18 anos, em “Totalmente Demais” (2015)

  • Eliza (Marina Ruy Barbosa) em © TV Globo

    Para se sustentar, a jovem se torna vendedora de flores pelas ruas do Rio de Janeiro. Após um encontro com Arthur (Fábio Assunção), se torna modelo

  • © TV Globo

    Márcia (Elizabeth Savalla) teve sucesso como Chacrete, mas depois precisou se reinventar para poder sustentar a filha, Valdirene (Tatá Werneck)

  • © TV Globo

    A veterana vende cachorro-quente e usa o tempo extra para ensinar a filha a conquistar um marido rico em “Amor à Vida” (2013)

  • © TV Globo

    Francesca (Marisa Orth) era feirante em “Haja Coração” (2016). A veterana trabalhou muito tempo sozinha para poder criar os filhos após o desaparecimento do marido, Guido (Werner Schünemann)

  • © TV Globo

    O serviço passou de mãe para filha e Tancinha (Mariana Ximenes) também trabalhava como feirante na trama, que é uma releitura de “Sassaricando”

  • © TV Globo

    Em “Fina Estampa” (2011) Griselda (Lília Cabral) ficou viúva muito cedo e precisou se virar como conseguiu para criar os três filho: Quinzé (Malvino Salvador), José Antenor (Caio Castro) e Maria Amália (Sophie Charlotte)

  • © TV Globo

    A personagem oferecia serviços de mecânica, elétrica, jardinagem… uma verdadeira ajudante geral. O apelido da veterana era Pereirão na trama

  • © TV Globo

    Márcia (Drica Moraes) era empreendedora nos anos 20, época em que se passava “Chocolate com Pimenta” (2003). A personagem era manicure na cidade de Ventura e dona de um salão de beleza

  • © TV Globo

    A empresária fazia parte da trama cômica da novela porque se achava muito refinada

  • © Record

    Dona Xepa não só era empreendedora, cuidando de sua própria barraca na feira, como cuidava de quem precisava também

  • © Record

    A personagem da novela, remake da Record em 2013, recebeu o apelido por distribuir sobras da barraca aos mais pobres

  • © TV Globo

    Maria do Carmo (Susana Vieira) perde a filha, Lindalva (Carolina Dieckmann), assim que chega ao Rio de Janeiro e faz da vida uma aventura em busca da caçula

  • © TV Globo

    Enquanto tenta encontrar a herdeira, a veterana se torna uma mulher de sucesso, dona de uma loja de material de construção

  • © TV Globo

    Dona Jura (Solange Couto) é outro exemplo de empreendedorismo em novelas. Personagem de “O Clone” (2001), a veterana era dona de um bar

  • © TV Globo

    O estabelecimento era mto frequentado pelo moradores do bairro e seus quitutes faziam o maior sucesso, principalmente os pastéis da Dona Jura

  • © TV Globo

    Em “A Lei do Amor” (2016), Salete (Claudia Raia) decidiu empreender para cuidar da família e abriu um posto de gasolina em São Dimas

  • © TV Globo

    A veterana, contudo, quase perdeu tudo por causa do marido. Quando ficou viúva, contratou frentistas bonitões para atrair mais clientes

  • © TV Globo

    Maria do Carmo (Regina Duarte) decidiu trabalhar no mesmo ramo que o pai, com ferro-velho, e conseguiu fazer o negócio girar

  • © TV Globo

    A personagem de “Rainha da Sucata” (1990) se tornou exemplo dos novos ricos que surgiam em São Paulo

  • © TV Globo

    Helena (Vera Fischer) era a dona de seu próprio negócio em “Laços de Família” (2000)

  • © TV Globo

    A empresária era dona de uma clínica de estética no Rio de Janeiro

  • © TV Globo

    Vitória (Claudia Abreu) abriu o próprio negócio quando se mudou do Brasil para a Grécia com o marido, Pedro (Henri Castelli)

  • © TV Globo

    A moça administrava um restaurante em parceria com o marido, já que não tinha habilidade na cozinha

  • © TV Globo

    Janaína (Dira Paes) tinha o sonho de se tornar empreendedora em “Verão 90”

  • © TV Globo

    A veterana consegue inaugurar o próprio restaurante em Ipanema

  • © TV Globo

    Maria Clara Diniz era um grande exemplo de empreendedorismo e força de vontade em “Celebridade” (2003)

  • © TV Globo

    A jovem trabalhava com a mãe e vai ao Rio de Janeiro quando a veterana morre. Na ocasião, também quer provar que seu filho é de Paco

  • © TV Globo

    Preta (Taís Araújo) trabalha como feirante quando conhece Paco (Reynaldo Gianecchini) em “Da Cor do Pecado” (2004)

  • © TV Globo

    A empresária se tornou uma modelo conhecida e depois passou a promover eventos importantes de música ao redor do Brasil

  • © TV Globo

    Beatriz (Glória Pires) tem sucesso na carreira de arquiteta e vive com muito luxo

  • © TV Globo

    Ao longo de “Babilônia” (2015), no entanto, o público vê que a vilã não está bem financeiramente e planeja um golpe contra um milionário