Caio Castro fica surpreso com mudanças de Grego em “Paraisópolis”: “Tive que adaptar”




Quando foi convidado para fazer o vilão de “I Love Paraisópolis”, Caio Castro construiu Grego para ser um bandido terrível. Após a estreia da novela, o ator e os autores foram surpreendidos pelo sucesso do traficante junto ao público. Resultado: o dono da comunidade teve suas maldades suavizadas e quase virou um mocinho.

“Criei um personagem agressivo, mas tive que adaptar. Fiquei muito surpreso com as mudanças no perfil do Grego, mas estou muito feliz com o resultado. Não tenho nem palavras para explicar tudo que essa novela tem me proporcionado como ator.”

O galã afirma estar se sentindo realizado ao ver os bordões que inseriu no texto terem caído na boca dos telespectadores. “Quando era criança, eu via TV e repetia alguns bordões. Quando comecei minha carreira, não imaginava que isso um dia fosse acontecer. Estou feliz demais”, contou.

A simpatia do ator some quando o assunto é seu suposto romance com Maria Casadevall. “Não falo sobre minha vida pessoal”, diz com um sorriso no rosto.



Close sidebar